VOCÊ SABE REALMENTE CONSUMIR?

Tempo de leitura: 2 minutos

Você já ouviu falar de consumo patrocinado? Pois bem. Posso lhe garantir que isto é uma das maiores armadilhas financeira e que prejudica grande parte da população. Estou falando dos famosos empréstimos e financiamentos. Hoje, existe uma grande quantidade de pessoas que usam desses recursos para antecipar o futuro, consumindo no agora. Pagando assim altas taxas de juros e deixando banqueiros cada vez mais ricos. Dependendo do financiamento que a pessoa faz ao comprar um carro este indivíduo acabará pagando até três vezes o valor do passivo. Isso impede a conquista da liberdade financeira que todos sonham.

Uma questão muito importante que gostaria de levantar é em relação à sua identidade. Que tem relação direta com a forma que consome no dia a dia.

Você compra o que quer ou o que pode ter?

Infelizmente, existem muitos que ao consumir levam em conta o que outros irão pensar. Gastando, às vezes, o que não poderiam. E por incrível que isso possa parecer acontece em todas as classes sociais.

Um exemplo para isso é uma pessoa que troca de carro com rotina mesmo sem ter as devidas possibilidades. Ou comprando um tipo de roupa apenas pela marca. Levado pela influência do meio e do sistema. Você não precisa provar nada a ninguém! Lembre-se sempre disso sempre…

Gostaria de deixar bem claro que a questão é suas possibilidades. Se você tem dinheiro para seu consumo e ainda lhe sobra para investir todo mês, no mínimo 20% do que ganha. Está tudo tranqüilo. A final:

Dinheiro foi feito para realizar nossos sonhos e não existe razão para ter uma vida de privações.

O grande segredo é gastar menos do que ganha e investir com inteligência para viver ainda melhor amanhã!

Segue algumas perguntas que podem lhe ajudar no momento de novas aquisições. Que chamo carinhosamente de:

 

Check list de identidade:

  • Você conseguiria comprar avista esse item? (lembre-se: quem possui dinheiro para pagamento a vista tem maior poder de negociação. Podendo obter bons descontos).
  • Se não tem, quanto vai custar a mais por usar uma forma de crédito?
  • Se usar o crédito: A prestação somada às suas despesas do mês cabe confortavelmente dentro de seu orçamento e continua sobrando, pelo menos, 20% do seu dinheiro para investir todo mês?
  • O que esse consumo vai trazer de benefício à sua vida?
  • O que esse consumo pode trazer de ruim à sua vida?
  • Existe algum outro item que satisfaça a sua necessidade que seja semelhante?
  • Você realmente precisa desse item, ou pode viver sem ele?

list-850188_1920

A decisão é, e sempre será sua!

Comente abaixo o que você achou do artigo e se ele realmente gerou valor para você.

VIVA COM EXCELÊNCIA!

José Roberto Romualdo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *